23/06/14

0

O Mundo de Sofia




      



  "Cartas anónimas começam a chegar à caixa de correio de Sofia. Elas trazem perguntas sobre a existência e o entendimento da realidade. Por meio de um thriller emocionante, Gaarder conta a história da filosofia, dos pré-socráticos aos pós-modernos, de maneira acessível a todas as idades."
 "O Mundo de Sofia", escrito por Jostein Gaarder começa quando, certo dia, Sofia Amundsen, regressando da escola, resolveu verificar a sua caixa de correio. Para sua surpresa, havia uma carta para ela. Uma carta sem remetente e com apenas uma pergunta: quem era ela? Foi aí que começou uma série de cartas e postais que Sofia receberia alguns meses antes de fazer quinze anos.



 Os postais vinham do Líbano e Sofia deveria entregá-los à filha de um major, uma rapariga chamada Hilde que Sofia não conhecia nem sabia onde a poderia encontrar! As cartas eram enviadas por um professor de filosofia que decidiu dar um curso sobre essa matéria para Sofia.
 Além da história de uma rapariga de quase quinze anos, "O mundo de Sofia" é um curso de filosofia maravilhoso dividido em várias partes e com linguagem fácil de ser compreendida. É possível conhecer e entender as ideias e a história de muitos filósofos: desde Tales de Mileto (o primeiro filósofo de que temos notícia), passando por Sócrates, Platão e Aristóteles, até Freud.
 Gostei mais da Sofia do que da Hilde, apesar de achar as duas inteligentes. Sofia parecia mais madura, responsável, ajudava a mãe em casa... mas ela também tomava algumas atitudes que poderiam ser bem perigosas para uma garota de quinze anos, como acampar com sua amiga durante um feriado ou encontrar-se com um estranho (o professor de filosofia misterioso).

Capa do livro
 Ao voltar da escola certa tarde, uma rapariga norueguesa de 14 anos, Sofia Amundsen, verifica a sua caixa de correio e encontra um envelope entregue à mão e endereçado a ela. Dentro do envelope existe um pedaço de papel em que está inscrita a seguinte pergunta: "Quem é você?". Intrigada pela misteriosa carta,  Sofia começa a considerar a pergunta. Ela volta à caixa de correio e encontra outro envelope contendo uma pergunta que não era menos intrigante: "De onde você vem?". Após pensar sobre essa pergunta, Sofia novamente verifica a sua caixa de correio. Dessa vez ela acha um postal, com a marca dos correios noruegueses além de estar selado com o selo "Exército das Nações Unidas". O cartão é endereçado a Hilde Moller Knag, aos cuidados de Sofia Amundsen, e deseja a Hilde um feliz aniversário. Sofia nunca tinha ouvido falar de nenhuma Hilde Moller Knag, sendo que nem na lista telefónica existia tal nome. De repente, no espaço de algumas horas, Sofia tinha três problemas: quem havia enviado aquelas cartas a ela, quais eram as respostas para as confusas perguntas que estavam nos envelopes e quem era Hilde Moller Knag.
 Sofia tinha certeza que todos os três problemas estavam conectados. Logo, Sofia recebe outro envelope na sua caixa de correio. Dessa vez no envelope está marcado "Curso de Filosofia". Sofia abre a carta e senta-se para ler sobre as origens da filosofia ocidental. Mais cartas chegam, e Sofia se torna uma estudante dedicada. Eventualmente ela conhece o autor das cartas pessoalmente, um misterioso filósofo chamado Alberto Knox. Na medida em que Sofia e Alberto continuam seu curso de filosofia, Sofia continua a receber postais endereçados a Hilde e descobre que compartilha a mesma data de aniversário de Hilde. Sofia organiza um aniversário filosófico. Sofia e Alberto acabam sendo «presos» em acontecimentos cada vez mais bizarros e têm a certeza que existe uma ligação com Hilde e pai de Hilde. Será que eles vão conseguir usar suas habilidades filosóficas para desvendar esse mistério?


Página 17

Página 131

Sem comentários:

Querem que eu escreva um resumo de algum livro que não está nas listas? Deixem um comentário!

Leia um bom livro e seja feliz, delicie-se na imortalidade da literatura, viva de páginas, frases e esperança."

Karina Caprio

Traduzir